ESTADUAIS: Veja quem pode dizer que não passou o ano em branco

Santa Cruz estraga a festa do Sport, Leão perde na Bahia, Raposa engole Galo, Gre-Nal da revanche, e o Corinthians…

SANTA CRUZ Campeão PE
Legal começar falando de um time que vence e tira uma hegemonia. Nada absoluto é bacana no futebol, pombas! Lá no Gigantão do Arruda, em recife, o Santa Cruz jogava podendo perder por 1 gol para o penta Sport (venceu por 2 a 0 em plena Ilha do Retiro), e seria campeão depois de 6 anos. Dane-se a série D. Dane-se o gramado ruim. Dane-se a luta pelo hexa do rival. O Santinha perdeu por 1 a 0 (gol de Marcelinho Paraíba, no fim), mas fez a festa de 62.243 TORCEDORES (Enquanto isso, aqui em Belém, o Paysandu levou 205 pagantes, pior público da história). Rolou porrada no fim, mas lembrem-se que esse é o Brasil da Copa. Então, tudo bem.
Santinha campeão! E a torcida, hein… #ChupaPaysandu (Foto: Antônio Carneiro Costa/Ag. Gazeta Press)
SANTOS Campeão SP
E o Santos dá a bola, mais uma vez. Lá no aquário da Vila, Muitas coisas estranhas aconteceram pra dar o bi ao Santos. O primeiro dos gols da partida (2 a 1) foi o primeiro também do volante ALOKA Arouca, pelo alvinegro. Daí pra frente, choveu coisa bizarra. Papai Neymar não poderia ficar de fora da festa, mas convenhamos que o segundo gol do Santos foi do Júlio César, bem mais que dele. Um frango homérico do 1 do Timão. E o Corinthians atacava, e o Santos dava chutão. Até que lá pelos 41 do 2º tempo, Morais chutou, e a bola foi passando, passando… Cruzou a área INTEIRA, e Rafael deixou entrar. Foda-se Mas não valeu nada. O Santos é campeão paulista pela 19ª vez. E o Corinthians é vice pela 18ª, vale frisar.
Vai carregando a taça, Neymar. Já já vai ser um bebê. Coitado… do bebê. (Foto: Marcos Ribolli/Globoesporte.com)
BAHIA DE FEIRA Campeão BA


Quem disse que não teve zebra? Olha o Vitória fazendo vexame em casa, perdendo por 2 a 1, de virada, pro Bahia de Feira de Santana! Depois do empate no primeiro jogo, o Leão (tinha que ser) começou na frente, no Barradão, mesmo jogando pelo empate apenas. Mas o Tremendão (sim) passeou depois, e conquistou o título inédito, não deixando o rubro negro ser penta. Só pra constar, o mesmo Vitória também perdeu o mesmo campeonato, no mesmo Barradão, pro Colo Colo (não, idiota, não é o do Chile), em 2006. Em Feira ou em Salvador, o Bahia comemora. Com direito a homenagem do xará da capital:  
A Diretoria do Esporte Clube Bahia parabeniza o Bahia de Feira pela conquista do título baiano de 2011.

Ao Vitória, parabenizamos por mais um Vice-campeonato e pela bela campanha que fez ao longo da competição, tropeçando nos dois últimos BA-Vis, dentro do Barradão, com duas incontestáveis derrotas e desejamos boa sorte na Série B.
Todo mundo tenta, mas só o Bahia é Penta!! Aliás, Penta, Hexa e Hepta!!!”

Homenagem ao Bahia de Feira, pelo título em cima do Vitória, no site oficial do Bahia da capital. #ChupaLeão  (Foto: Reprodução)
CRUZEIRO Campeão MG
Doze minutos. Foi do que o Cruzeiro precisou para matar o Galo, e conquistar o título mineiro de 2011, na Arena do Jacaré. O Atlético venceu a primeira partida por 2 a 1, e jogava pelo empate. Mas time que ataca é difícil segurar! A Raposa até que não fez muito no primeiro tempo, mas aos 30 minutos da etapa final, Wallyson (o filho do Wally) abriu o placar, com Gilberto fechando o caixão atleticano aos 42. Outro fato que merece atenção: bem que o Banco BMG poderia mudar de logotipo.
O Roger tá gostando… #VamosAcompanhar (Foto: Washington Alves/Vipcomm)
INTERNACIONAL  Campeão RS
Renato Gaúcho é mais um daqueles treinadores que estão se acostumando a ser vice em casa. Depois de perder a Libertadores de 2008 pra LDU no Maraca, hoje foi a vez de assistir o Internacional ser campeão gaúcho em pleno Olímpico. O Jogo foi 3 a 2 pro Colorado, que perdeu em casa por 2 a 1 pro Imortal no Beira Rio, com chorinho de emoção do Portaluppi. Depois de virar e abrir um 3 a 1, o Grêmio foi atrás e Borges levou a decisão aos penais. Foi a hora da redenção de Renan, goleiro do Inter, que falhou no mesmo gol de Borges. 5 a 4, e o Imortal abre o salão de festas pro maior rival. Já que o Beira Rio é palco pra festas dos outros (lembram do Peñarol?).
Fez cagada, mas deu pra limpar, né, Renan?! (Foto: Lucas Uebel/Vipcomm)
ATLÉTICO Campeão GO
Bom, só citei o campeão goiano porque ele foi campeão hoje. Não vi o jogo, e pouco importa, né? Só sei que o Atlético Goianiense empatou com o Goiás por 1 a 1, repetiu o placar do primeiro jogo, e ganhou por ter a melhor campanha do estadual. Detalhe: o Dragão sequer havia sido bicampeão na história. Foi o 12º título do representante do Centro-Oeste na Série A, que começa dia 21.
Avisem pra Federação de Futebol de Goiás desenhar um troféu pro ano que vem, ao invés de comprar um aqui no Comércio! (Foto: Carlos Costa/Ag. Futura Press)
CHAPECOENSE Campeão SC
Um time é rebaixado e, um ano depois, conquista o título. Essa é a história do Chapecoense, que venceu o Criciúma por 1 a 0, e conquistou o Catarinense. Entendam: no ano passado, o Verdão caiu à segundona do estadual, mas abocanhou a vaga pra elite em 2011, com a desistência do Atlético de Ibirama. E só.
PASSANDO POR AQUI…
No Parazão, terminou a fase de grupos do segundo turno. E daí que a classificação mudou de cabeça pra baixo. E daí que os resultados foram: Independente 2×1 Remo (os dois já estavam classificados, mas o Remo terminou na 4ª posição; o Galo Elétrico (ainda quero saber o porquê disso) é o líder). Paysandu 3×1 São Raimundo (no confronto dos felinos, e diante de 205 PA-GAN-TES, que é o que importa, o Papãozinho venceu. O Pantera caga pra isso, já que se classificou). Castanhal 1×2 Águia (Japiim rebaixado, perdendo em casa pro Mapará, que volta a disputar as finais do turno; marabaenses salvos no apagar das luzes). Tuna 1×2 Cametá (Mapará classificado, e a Tuna… Volta pra Segundinha). 

CURTA: Itaquerão não sai por menos de 1 BILHÃO, mas tá tudo certo. É COPA!

Itaquerão, possível palco de abertura da Copa do Mundo, daqui a 3 ANOS!!! Acreditem. (Foto: Marcos  Ribolli/GloboEsporte.com)

Agora, o estádio Itaquerão, possível sede de São Paulo para a Copa do Mundo em 2014 custará bem pouco: R$ 1.070.000.000 (haja zero!), segundo a Odebrecht, empresa responsável pela construção do futuro estádio do Corinthians. E dessa pequena quantia, R$ 370 mi ainda estariam faltando. Se 400 milhões viriam da própria Odebrecht, e outros R$ 300 do tal CID, de onde sairia o resto? Difícil, né? Do bolso público, estuprado todos os dias por megalomaníacos que acreditam no Brasil que agora vai! Sabe Deus pra onde. 
Orlando Silva, Ministro dos Esportes, bateu na porta do Governador de SP, Geraldo Chuchu Alckmin, exigindo essa grana, ou senão, a carreira do careca ficaria manchada, já que a maior cidade do mundo poderia ficar de fora da festa em 2014. Alckmin é contra dar dinheiro público pro estádio. Até quando? Será que a idéia de perder lugar na foto, daqui a 3 anos, não vai atingir o ego paulista, a ponto de o Governador ceder? Enquanto isso, no mundo real, pessoas morrem nas filas de hospitais ou com uma bala perdida nas ruas. É esse o Brasil da copa e das olimpíadas!!!