TOP 10: No Dia dos Pais, Repórter E homenageia nomes de peso

De burros a pobres, um mundo de filhos tem o que comemorar neste domingão. Chama o velho pra ler isso!

Gustavo Ferreira
Neste dia, quando as famílias se juntam ao redor da mesa, pra comer aquela macarronada, dar aqueles presentes e falar mal daquelas pessoas, o Repórter E faz uma homenagem singela aos que nos bancam, negam a chave do carro, e que sempre nos dizem palavras de conforto e carinho (“Cala a boca, moleque! Obedece a tua mãe!”). Eis aqui alguns dos papais mais conhecidos por nós, e que merecem nossas ilustres saudações.
PAPAI SMURF Sereno, pacífico e muito sábio, Papai Smurf é figura mítica para várias gerações. Seu poder de adivinhação, e mais, sua dedicação em proteger seus 99 smurfilhinhos azuis, das garras sujas e malditas do temido Gargamel, são exemplo para qualquer futuro chefe de família. Mas tome cuidado! Eu ainda tenho minhas dúvidas, quanto à relação do velhinho com a Smurfete, a única xx do bando. 





PAI HELINHO PÊ-PÊ-Ô! Lá nas ruas de São Luís, um vidente picareta surgiu, e virou mania nacional. O personagem de “Da Cor Do Pecado” encheu o saco do país, com esse bordão, que se disseminou mais rápido do que a Gripe A. Ainda bem que essa mania ficou em 2004, e desde então, outras frases dominaram o linguajar do povo. PÊ-PÊ-Ô!
DICIONÁRIO Talvez só perca pra Deus, em número de filhos. Os mais famosos têm nome ou sobrenome de homens (Houaiss e Aurélio), o que evidencia o gênero do PAI dos burros. Presença garantida nas escolas, nos cursos de idiomas e nas redações de jornal, ele é geralmente deixado no cantinho, esquecido… A não ser quando falta um peso para papel, ou calço de mesa. O dicionário sofre, por saber que, mesmo ali, seus filhos não o usam, e continuam massacrando a língua portugueza…
FABIO JR Do mesmo homem, saíram Cleo Pires, uma musa, uma deusa, um docinho de coco, e Fiuk, o menino da “Malhação”, que agora faz fama às custas do pai famoso. Mas foi a voz desse homem que fez muitos rebentos serem gerados (eu sei que vocês entenderam, não se façam de anjinhos). Você também pode ser um dos “filhos” de Fabio Jr. Falando em som, hoje ainda é bem capaz de você já ter ouvido a trilha sonora oficial do segundo domingo de agosto. “Pai, você foi meu herói, meu bandido”.
PAPAI NOEL Tá velho, mas não se cansa. Afinal, ele só trabalha em um dia no ano inteiro. Por isso aquela pança. Vive no frio, o que explica a barba fedorenta, mas o que explica aquela roupa vermelha? Simples. Filho da Coca-Cola, Papai Noel é presença garantida nos comerciais de natal da empresa, e por isso se tornou um símbolo do evento. Generoso, o queridão nos enche de presentes, e de ilusões dobre sua existência. Se você acredita nele… Bom, desconsidere as últimas linhas.
XORORÓ Esse aqui merece muitas homenagens. Não, não pela coragem em ostentar aqueles malditos mullets durante um bom tempo. Não apenas. Esse moço é um homem de fibra, que fez sucesso ao lado do irmão Chitãozinho, e mesmo sem ganhar um filme falando de seu pai, como os “dois filhos de Francisco”, criou uma família musical. Seus filhos foram o maior sucesso pop dos anos 90 no Brasil, e até hoje, Sandy e Junior continuam no topo das paradas de sucesso. Ele, nas boates onde toca, como DJ. E ela, nas revistas masculinas, revelando seus passatempos mais, ahn, escondidos.
SEU MADRUGA Ícone pop, esse simpático senhor, com pernas de carabina, sofre muito na Vila do SBT. Se não é com as travessuras da Chiquinha, é com os tabefes muito freqüentes e sem motivo da Dona Florinda. Mas, mesmo assim, Madruguinha não perde o gosto pela vida. Seus passatempos favoritos são: bater no Chaves, beliscar o Kiko, fugir da Brux… Da Dona Clotilde, e não pagar os (intermináveis) quatorze meses de aluguel que deve ao Seu Barriga.
ALEXANDRE NARDONI O mais puro exemplo de amor aos seus. Advogado, classe média paulistana, Alexandre ficou conhecido nacionalmente ao arremessar a própria filha, Isabella, da janela do seu apartamento. Antes, como amor pouco é bobagem, agrediu a menina, com a ajuda da Madrasta, Anna Carolina Jatobá. Como vocês podem ver, Alexandre Nardoni sempre demonstrou um carinho paterno sem igual. Ainda bem que, por hora, ainda é uma exceção.
GETÚLIO VARGAS Esse senhor teve mais seguidores do que o Luciano Huck no Twitter, e não está mais entre nós, para contar o quanto era legal. Ficou famoso como o “pai dos pobres”, lá pelos tempos do Estado Novo, sempre uma fofura nas fotos com seus filhinhos, não poucos no Brasil. Mas era rigoroso. Governou com mãos de ferro, mas não agüentou a pressão de sustentar um país de rebentos. Descansa em pança.
PAULO MODA Sinônimo de garbo, elegância e muita retidão. Paulo veio da longínqua cidade de Óbidos (futura 2ª cidade do Estado do Tapajós), e conquistou a todos na capital, com sua simpatia e seu jeito alegre de ser. Assim, conquistou uma bela mulher, e construiu uma família linda. Sua versão miniatura é seu filho, um prodígio. Simpático como o pai, o garoto esbanja talento na sua área, a Comunicação Social. Paulo deixou de herança o amor pela sua prole. E não falei tudo isso só porque ele é MEU pai, acreditem.









FELIZ DIA DOS PAIS!
Anúncios

Depois de ver, que tal deixar sua opinião? O Repórter E agradece.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s