Acorda e vem olhar! É CÍRIO! O Segundo Domingo em imagens e lembranças

09/10/11. Como uma progressão aritmética, uma contagem tímida de quem não para de chegar. Fiéis de todas as partes da cidade, do estado, do Brasil e do mundo vieram por hoje, por esse momento, por essa procissão mariana. O Círio de Nazaré em seu ápice estatístico e emocional. Estas são fotos de (mais) um domingo inesquecível para nós, filhos de Maria.

Texto e fotos: Gustavo Ferreira

Logo na saída de casa (Tv. Frutuoso Guimarães, esquina com Rua Aristides Lobo), uma ambulância passa veloz. Era só o começo dos trabalhos, de uma jornada que só acabou seis horas depois.
Na Presidente Vargas, o movimento já era intenso às 7 da manhã. Ainda era possível andar “tranquilamente” por aí. Entre aspas, pois no Círio todos os conceitos se transformam.
A fé que rompe os limites físicos. Apenas isso.
Ao lado do esforço da corda, o agradecimento por uma graça alcançada. Ora, o que é esta Festa, senão um grande balaio de gratidão, esperança e muita fé?
“Porque eu te amo, Senhora de Nazaré, quero puxar a corda da Tua berlinda…”
Sob uma chuva de papel e bênçãos, Santa Maria vem. Este ano, a berlinda valorizao vermelho em suas cores e flores. Vermelho amor, vermelho vida. Vermelha é a força nos braços deste povo, que guia Nossa Senhora até seu destino.
Devoção que cabe no bolso. Imagens, réplicas, recordações de gesso de um momento de ouro maciço.
Basílica Santuário de Nazaré, 9 da manhã. O sol forte não afastou nenhum romeiro, apenas fez da caminhada um pouco mais normal para o belenense, acostumado a viver sob 30 graus. 
Como os portões laterais e posterior da Praça Santuário só foram abertos por volta das 10 da manhã, muitas pessoas ficaram coladas na grade, para tentar acompanhar a chegada de um ponto de vista o mais privilegiado possível.
A famosa samaumeira do CAN foi apenas coadjuvante, pois as atenções estão todas voltadas a outro símbolo, menor em tamanho, gigante em importância. A história assiste a história na sua frente.
Nosso fiel companheiro, lá do alto, ilumina o caminho dos devotos e acompanha, atento, os passos de Maria.
143 bandeiras, representando quase todos os municípios (falta um, Mojuí dos Campos, ainda não representado), erguidas por alunos do Colégio Marista, tradição na chegada da procissão do Círio.
Chegou! 12:15 deste domingo, 9 de outubro de 2011. Pela 219ª vez, mais um ciclo se completa. Mais uma vez a imagem chega à sua casa, com a força de dois milhões de corações que bateram na mesma sintonia. Uma engrenagem que não quebra, não falha. O combustível é amor? Devoção? Status? Gratidão? Não tem nome. Agora, o Círio 2011 é lembrança, viva nos olhos de quem presenciou.
Simples assim.
Após a procissão, um dos lugares mais fotografados foi o “lago” em frente ao Tribunal de Contas, na esquina da Quintino com a Nazaré. Uma bela homenagem de miriti ao Círio de Nazaré.
E a vida volta ao normal em Belém do Pará. Mas será que dá para voltar ao normal após esse banho de emoção? Ou será que este é, exatamente, o normal para nós, belenenses, condenados a viver eternamente asob o manto de amor de Nossa Senhora? O que nos resta é agradecer, pedir e esperar para que, em outubro de 2012, comece tudo de novo. FELIZ ANO NOVO, Belém!
Anúncios

Um comentário em “Acorda e vem olhar! É CÍRIO! O Segundo Domingo em imagens e lembranças

Depois de ver, que tal deixar sua opinião? O Repórter E agradece.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s