Noites para o folk em Belém

Projeto quinzenal recebe artistas autorais do gênero; primeiro encontro será no sábado (24)

Gustavo Ferreira

27336210_405192339938616_8882717896484742915_n
(Arte: Divulgação/The Folking Night)

Imaginem a cena: um grupo de amigos resolve reunir suas composições e seus violões de cordas de aço, e começam a tirar um som. É essa a premissa do projeto The Folking Night, que durante os próximos quatro meses, quinzenalmente, vai promover shows de artistas autorais do gênero em Belém, na Casa do Fauno. O primeiro encontro já será neste sábado (24), com shows de Filipe de Maria e Lívia Mendes.

Lívia é, também, uma das organizadoras, e já tem experiência com produção de eventos musicais e culturais (como a Quarta Autoral e o Festival Empodera). Dessa vez ela decidiu investir em um espaço para colegas de ritmo: “como eu faço folk há um tempo, nada melhor do que unir essa galera pra tocar ideia, ouvir o que eles andam produzindo e ainda oportunizar espaço pra todo mundo”.

Livia 1_Nathália Lobato
Lívia Mendes. (Foto: Nathália Lobato)

A equipe é grande! Junto com Lívia e Nathália Lobato, do projeto Versos Polaris, estão Giovanni Zeit, Marllon Maia, Tiago Rocha e Amanda Coelho, além, claro, dos artistas que vão subir ao palco. Todo mundo faz tudo para que as noites de folk vinguem na cidade e deem frutos: da produção musical à assessoria do evento. Os artistas fazem parte de todo o processo, ou seja, a composição das letras e do line up dos encontros, de quinze em quinze dias. E o foco, claro, é a música. E mais: a música autoral.

“O The Folking Night nasceu justamente para que aquele compositor trovador tivesse espaço para compartilhar suas canções. Muitas vezes quando um artista está no começo, tem grande dificuldade de conseguir lugares para tocar sua própria música precisando algumas vezes ceder ao repertório cover. Existe público para o cover assim como muitos estabelecimentos contratam esse tipo de trabalho, mas o compositor que gosta de pegar seu violão e compartilhar sua obra, as vezes esbarra no desinteresse das casas que apoiam trabalhos autorais na cidade pois algumas destas, por sua vez, demonstram maior interesse em bandas ou artistas com banda completa”, diz Nathália, uma das idealizadoras do TFN.

vp-28
Nathália Lobato, Versos Polaris. (Foto: Divulgação)

A grande inspiração de Nathália e Lívia são os clubes americanos de folk music, onde os artistas se juntam para compartilhar e espalhar seu som de cordas e letras delicadas. “Já que tá meio complicado viajar para os Estados unidos e ao mesmo tempo percebemos o crescente aparecimento de novos compositores na cidade, dentro do nosso nicho, decidimos reunir alguns desses artistas e dar um pontapé inicial”, destaca Nathália.

Ela reafirma a importância de abrir palcos para a diversidade cultural e musical. “Belém tem sim muitos ritmos e muitas cores e queremos que as pessoas saibam que também fazemos folk aqui”.

SERVIÇO | The Folking Night

Quinzenalmente, entre 24 de fevereiro e 26 de maio
Local: Casa do Fauno (Rua Aristides Lobo, 1061, Reduto)
Primeiro show: Sábado, 24 de fevereiro
Hora: 20h
Ingressos: R$ 10
Mais informações: Evento no Facebook e pelos telefones (91) 99300-0751 (Amanda) e (91) 98368-7630 (Giovanni)

Anúncios

Depois de ver, que tal deixar sua opinião? O Repórter E agradece.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s